Descrição

Descrição geral

O projeto OpenSolaris é um projeto código-aberto patrocinado pela Sun Microsystems, Inc, e é inicialmente baseado em um subconjunto do código fonte do Sistema Operacional Solaris.

É um nexo para um esforço de desenvolvimento comunitário onde desenvolvedores da Sun e de outros lugares podem colaborar no desenvolvimento e melhoria de tecnologia de sistemas operacionais.

O código fonte do OpenSolaris encontrará uma variedade de utilidades, incluindo ser a base para futuras versões do Solaris, projetos de outros sistemas operacionais, produtos de terceiros e outras distribuições.

Inicialmente, o projeto OpenSolaris disponibilizará o núcleo do sistema, bibliotecas e comandos que atualmente são distribuídos com o Solaris.

Para que serve

Uma distribuição  com  uma base de código aberto com ferramentas de construção para o desenvolvimento com o código e uma infra-estrutura para comunicação e compartilhamento de informações relacionadas.

Qual seu tipo 

mono e multiprogramado.

Quem o desenvolve?

O projeto OpenSolaris é um projeto código-aberto patrocinado pela Sun Microsystems, Inc, e é inicialmente baseado em um subconjunto do código fonte do Sistema Operacional Solaris.

Conta com 03 elementos chave:

1 – Código fonte

2 – Comunidade de Desenvolvedores

3 – Website para colaboração opensolares.org.

Para que hardware (s)

O OpenSolaris precisa de pelo menos 512 MB de RAM, O sistema operacional consiste de um desktop GNOME com quatro ícones: LiveCD, um utilitário para drivers de dispositivo.

Hardwares antigos terão dificuldade de rodar.

Aplicações que  este sistema operacional executa

Para uso geral no desktop, o OpenSolaris geralmente oferece um aplicativo para cada tarefa.

Há apenas um editor de documentos,  OpenOffice.org pode ser instalado. O Java vem instalado por padrão, sem surpresas, e há um plugin do Flash para o Solaris no site da Adobe. Videos tem dificuldade de rodar, não há Skype ou qualquer outro aplicativo de VoIP no OpenSolaris.

Estão disponíveis os programas habituais para navegação, email, edição de fotos e afins. Não espere encontrar muitas alternativas nos repositórios.

Existem alguns softwares extras, mas não são muitos os navegadores web e programas de instant messenger disponíveis.

Histórico 

As raízes do UNIX datam de meados dos anos 60, quando a AT&T, Honeywell, GE e o MIT embarcaram em um massivo projeto para o desenvolvimento de um utilitário de informação, chamado Multics (Multiplexed Information and Computing Service). Multics era um sistema modular montado em uma bancada de processadores, memórias e equipamentos de comunicação de alta velocidade. Pelo desenho, partes do computador poderiam ser desligadas para manutenção sem que outras partes ou usuários fossem afetados.

Em 1973 o UNIX foi reescrito em C, talvez o fato mais importante da história deste sistema operacional. Isto significava que o UNIX poderia ser portado para o novo hardware em meses, e que mudanças eram fáceis. A linguagem C foi projetada para o sistema operacional UNIX, e portanto há uma grande sinergia entre C e UNIX.

Em 1975 foi lançada a V6, que foi a primeira versão de UNIX amplamente disponível fora dos domínios do Bell Labs, especialmente em universidades. Este foi o início da diversidade e popularidade do UNIX. Nesta época a Universidade de Berkley comprou as fontes do UNIX e alunos começaram a fazer modificações ao sistema.

Surgiram outras versões com a inclusão de novas características.

  • O 4.2 BSD foi talvez umas das mais importantes versões do UNIX. O seu software de conexão de redes tornava muito fácil a tarefa de conectar computadores UNIX a redes locais. Nessa versão é que foram integrados os softwares que implementam TCP/IP e sockets.
  • O 4.4 BSD foi lançado em 1992 para várias plataformas: HP 9000/300, Sparc, 386, DEC e outras, mas não em VAX. Entre as novas características estão: Novo sistema de memória virtual baseado em Mach 2.5 e Suporte ISO/OSI (baseado em ISODE).
  • A Sun Microsystem também lançou a sua versão do UNIX a partir do BSD. Isto ocorreu até a versão SunOs 4.x. A nova versão, SunOs 5.x está baseada no SVR4, embora tenha herdado algumas características do SunOs 4.x. O novo sistema operacional da Sun, Solaris 2.x, engloba SunOs 5.x, Open Network Computing e Open Windows. É o solaris que provê o pacote de compatibilidade entre os BSD/SunOs e o SVR4/SunOs 5.x.
O OpenSolaris é baseado no Solaris, o código do Solaris foi lançado sob uma licença open source em junho de 2005, e de lá para cá já deu origem a pelo menos cinco distribuições (ao contrário dos desenvolvedores do BSD, a equipe do OpenSolaris não se importa que chamem esses sistemas operacionais derivados de “distribuições”).
Em março de 2007, a Sun Microsystems contratou Ian Murdock, e foi o fundador do Debian GNU/Linux quem lançou o “Projeto Indiana”, uma distribuição voltada para desktops baseada no código fonte do OpenSolaris incluindo um instalador gráfico e gerenciamento de pacotes.
O Indiana foi renomeado OpenSolaris, e se tornou a distribuição que a Sun Microsystems gostaria que nós instalássemos e usássemos em nossos desktops.

Quem utiliza? 

Desenvolvedores auxiliados com um suporte de uma comunidade.

O que é desenvolvido para Open Solares é avaliado e direcionado para o Solares.

Diferenças entre Open Solares e Solares

Antes de falar sobre o Sistema Open Solares é bom saber definir a diferença entre ele e o Solares. O projeto OpenSolaris não fornece um produto ou distribuição para usuário final,  é sim,  uma base de código aberto com ferramentas de construção para o desenvolvimento com o código e uma infra-estrutura para comunicação e compartilhamento de informações relacionadas.

Todo suporte do código é fornecido pela uma comunidade, pois  a Sun não fornece nenhum suporte ao produto.

Já o Solares é a distribuição do sistema operacional da Sun, qual é registrado, um produto mantido pela própria Sun.

O Futuro do Open Solares

Com um futuro incerto, o Open Solares constitui fonte para  futuras versões do SO Solaris a partir do código fonte, mas continuarão sendo suportadas na mesma maneira que atuais versões do Solaris.

A qualquer momento pode haver algum software tanto no projeto OpenSolaris quanto no produto Solaris que não esta presente no outro.

Entretanto, ao longo do tempo, a intenção é disponibilizar tanto do código fonte existente quanto possível através do projeto OpenSolaris e que o desenvolvimento futuro do fonte ocorra dentro da comunidade OpenSolaris.

Referências

http://teteraconsultoria.com.br/blog/o-que-e-o-projeto-opensolaris/

http://www.hardware.com.br/artigos/opensolaris-2008-05/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: